segunda-feira, 27 de dezembro de 2010

COMBATER A HOMOFOBIA TAMABÉM É TRABALHO DOS PONTOS DE CULTURA



Assunto: Homossexualidade (Dráuzio Varella)

A homossexualidade é uma ilha cercada de ignorância por todos os lados.

Nesse sentido, não existe aspecto do comportamento humano que se lhe compare.Não há descrição de civilização alguma, de qualquer época, que não faça referência à existência de mulheres e homens homossexuais. Apesar dessa constatação, ainda hoje esse tipo de comportamento é chamado de antinatural.Os que assim o julgam partem do princípio de que a natureza (ou Deus) criou órgãos sexuais para que os seres humanos procriassem; portanto, qualquer relacionamento que não envolva pênis e vagina vai contra ela (ou Ele).Se partirmos de princípio tão frágil, como justificar a prática de sexo anal entre heterossexuais? E o sexo oral? E o beijo na boca? Deus não teria criado a boca para comer e a língua para articular palavras?Se a homossexualidade fosse apenas perversão humana, não seria encontrada em outros animais. Desde o início do século 20, no entanto, ela tem sido descrita em grande variedade de espécies de invertebrados e em vertebrados, como répteis, pássaros e mamíferos.Em virtualmente todas as espécies de pássaros, em alguma fase da vida, ocorrem interações homossexuais que envolvem contato genital, que, pelo menos entre os machos, ocasionalmente terminam em orgasmo e ejaculação.Comportamento homossexual envolvendo fêmeas e machos foi documentado em pelo menos 71 espécies de mamíferos, incluindo ratos, camundongos, hamsters, cobaias, coelhos, porcos-espinhos, cães, gatos, cabritos, gado, porcos, antílopes, carneiros, macacos e até leões, os reis da selva.Relacionamento homossexual entre primatas não humanos está fartamente documentado na literatura científica. Já em 1914, Hamilton publicou no Journal of Animal Behaviour um estudo sobre as tendências sexuais em macacos e babuínos, no qual descreveu intercursos com contato vaginal entre as fêmeas e penetração anal entre machos dessas espécies. Em 1917, Kempf relatou observações semelhantes.Masturbação mútua e penetração anal fazem parte do repertório sexual de todos os primatas não humanos já estudados, inclusive bonobos e chimpanzés, nossos parentes mais próximos.Considerar contra a natureza as práticas homossexuais da espécie humana é ignorar todo o conhecimento adquirido pelos etologistas em mais de um século de pesquisas rigorosas.Os que se sentem pessoalmente ofendidos pela simples existência de homossexuais talvez imaginem que eles escolheram pertencer a essa minoria por capricho individual. Quer dizer, num belo dia pensaram: eu poderia ser heterossexual, mas como sou sem vergonha prefiro me relacionar com pessoas do mesmo sexo.Não sejamos ridículos; quem escolheria a homossexualidade se pudesse ser como a maioria dominante? Se a vida já é dura para os heterossexuais, imagine para os outros.A sexualidade não admite opções, simplesmente é. Podemos controlar nosso comportamento; o desejo, jamais. O desejo brota da alma humana, indomável como a água que despenca da cachoeira.Mais antiga do que a roda, a homossexualidade é tão legítima e inevitável quanto a heterossexualidade. Reprimi-la é ato de violência que deve ser punido de forma exemplar, como alguns países fazem com o racismo.Os que se sentem ultrajados pela presença de homossexuais na vizinhança, que procurem dentro das próprias inclinações sexuais as razões para justificar o ultraje. Ao contrário dos conturbados e inseguros, mulheres e homens em paz com a sexualidade pessoal costumam aceitar a alheia com respeito e naturalidade.Negar a pessoas do mesmo sexo permissão para viverem em uniões estáveis com os mesmos direitos das uniões heterossexuais é uma imposição abusiva que vai contra os princípios mais elementares de justiça social.Os pastores de almas que se opõem ao casamento entre homossexuais têm o direito de recomendar a seus rebanhos que não o façam, mas não podem ser fascistas a ponto de pretender impor sua vontade aos que não pensam como eles.Afinal, caro leitor, a menos que seus dias sejam atormentados por fantasias sexuais inconfessáveis, que diferença faz se a colega de escritório é apaixonada por uma mulher? Se o vizinho dorme com outro homem? Se, ao morrer, o apartamento dele será herdado por um sobrinho ou pelo companheiro com quem viveu trinta anos?

domingo, 26 de dezembro de 2010

Boas Festas e Feliz 2011





Em 1 de janeiro de 2011 11:57, Cabras de Lampião escreveu:

Oi, pessoal :
Um ano novo bem arretado pra nós tudim !
Se vire num cão chupando manga debaixa duma bacia num dia de segunda feira e mêta o pé na carreira, pois pra gente conseguir o que quer, tem que quebrar o chapeu na testa e meter os peitos no mundo .
Mesmo que seus objetivos estejam lá prá baixa da égua, vale à pena correr atrás. Não se agonie e nem esmoreça. Peleje.
Lembre que pra ficar estribado é preciso trabalhar. Não fique só frescando.
Não fique resmungando e batendo no quengo por besteira. Seje macho e pense positivo.
No forró da entrada do ano, coma aquela gororoba até encher o bucho. É prá dar sorte, mas cuidado, senão fica inguiando.
Reflita sobre as besteiras do ano passado e sacuda no mato os maus pensamentos.
Agora é só levantar a cabeça e desimbestar no rumo da venta que vai dar tudo certo em 2011.
Vamos fazer de 2011 um ano fuderoso!
Um beijão de ANILDOMÁ, CLEONICE, KARL MARX E SANDINO LAMARCA.
(Mais um borná tapadim de cheiros e abraços do PONTO DE CULTURA CABRAS DE LAMPIÃO)
FUNDAÇÃO CULTURAL CABRAS DE LAMPIÃO
Rua Virgolino Ferreira da Silva, 06 - COHAB
Serra Talhada - Pernambuco - CEP: 56.909-110
Tel: (87) 3831 3860 / 3831 2041 / 9918 5533 / 9938 6035
E-mail: cabrasdelampiao@gmail.com
Site: www.cabrasdelampiao.com.br


Que Nzambi, em sua infinita bondade, abençoe todos nós e continue orientando-nos e mantendo acesa a luz da Amizade, do Amor e da Paz entre todos.
Que todos tenhamos em 2011 um
“Muxima Ua Uembu”
Coração de Brandura

Terreiro São Jorge Filho da Goméia
Associação São Jorge Filho da Goméia
Bloco Afro Bankoma





















sábado, 25 de dezembro de 2010

AFOXÉ DE OXUN

I MOSTRA DO PONTO

IMAGEM E SOM: CULTURA AFRO BRASILEIRA

O SOM DOS TERREIROS

segunda-feira, 20 de dezembro de 2010

Relatório das atividades do Ponto de Cultura Associação do Culto Afro Itabunense/Projeto Cultura Em Ação/Ano 02.





Associação do Culto Afro-Itabunense Rua Inglaterra,Nº 497.Barracão. Bairro São Judas
Tadeu
Itabuna, Bahia. CEP: 45605 125

Fundada em 06 de abril de 1987



CARTA ABERTA DA COORDENAÇÃO DA ACAI



Prezad@s Senhor@s, Sacerdotes e Sacerdotisas, Iniciados, Adeptos e Simpatizantes das Religiões de Matriz Africana. Militantes de Movimentos Negros Organizados, Agentes, Gestores e Empreendedores Culturais, Comunidade Grapiuna.
A Coordenação do Ponto de Cultura Associação do Culto Afro Itabunense, juntamente com a Equipe do Projeto Cultura Em Ação, vem desenvolvendo atividades de registro, divulgação e promoção da Cultura Afro Brasileira na Região Grapiuna.
Estamos executando atualmente o 2ª ano do convênio 022/2008/SECULT/BA. O atraso no repasse dos recursos do Projeto no ano de 2010, não permitiu que fosse cumprido o cronograma original, e restringiu nossas ações. Mesmo assim, graças ao voluntariado da Equipe e a boa vontade dos Arte Educadores, foram realizadas na sede do Ponto, Oficinas de Arte Educação em Teatro, Informática e Capoeira.

 Foram realizadas também:

• BENÇA MÃE!
22/02/2010/Aula Inaugural2010/Sede ACAI/Itabuna/BA
A ACAI realizou a criação, produção e exibição do seu primeiro documentário, Bença Mãe, Em homenagem aos 30 anos de iniciação de Mãe Vanda.

• MOSTRA VÍDEOS ÍNDIOS BRASIL
31/07/2010/Sede ACAI/Itabuna/BA

• PROJETO TERREIRADA
De 22 a 23 de Julho/ Itabuna Esporte Clube/Itabuna/BA
I Seminário Sócio Cultural das Religiões de Matriz Africana da Região Grapiuna
23/07/2010/Praça Camacãn/Itabuna/BA
I Cerimônia Pública em Homenagem aos Ancestrais e a Oxalá

• DIA INTERNACIONAL DA ANIMAÇÃO
28/10/2010/Escola IMEAM/Itabuna/BA

• I MOSTRA DO PONTO
De 18 a 20 de Novembro de 2010
IMAGEM E SOM: Cultura Afro Brasileira
Centro de Cultura Adonias Filho


 Trabalhamos na defesa e manutenção das tradições religiosas e culturais afro brasileiras, assim como por direitos, respeito e acesso a políticas públicas para as Comunidades Tradicionais, em Seminários, Encontros, Reuniões e Fóruns, com representação junto a:

• CONSELHO MUNICIPAL DE ASSISTÊNCIA SOCIAL
• CONSELHO MUNICIPAL DOS DIREITOS DA MULHER DE ITABUNA
• CONSELHO MUNICIPAL DOS DIREITOS DA CRIANÇA E DO ADOLESCENTE
• COMISSÃO MISTA DA SECRETARIA DE EDUCAÇÃO
• FÓRUM DOS AGENTES GESTORES E EMPREENDEDORES CULTURAIS DO TERRITÓRIO LITORAL SUL
• COMISSÃO DOS PONTOS DE CULTURA DO LITORAL SUL
• COMISSÃO ESTADUAL DOS PONTOS DE CULTURA DA BAHIA/COMISSÃO DE COMUNICAÇÃO
• COMISSÃO NACIONAL DOS PONTOS DE CULTURA/CNPDC COLEGIADO DA BAHIA E COLEGIADO DE MATRIZ AFRICANA/SUB COMISSÃO DE COMUNICAÇÃO, SUB COMISSÃO NORDESTE.
• TERRITÓRIO DE CIDADANIA LITORAL SUL (CÂMARA DE CULTURA)
• PLANO DE DESENVOLVIMENTO TERRITORIAL DA CULTURA – LITORAL SUL
• INSTITUTO DE GESTÃO DE ÁGUAS E CLIMA – BACIA DO LESTE/INGÁ


 PARTICIPAÇÃO EM EVENTOS:


• CONFERÊNCIA NACIONAL DE CULTURA
De 10 a 14 de março de 2010/Brasília-DF
Criação da Representação Nacional de Comunidades Tradicionais de Terreiro junto a SCC/SID/Palmares/MinC, composta por Delegad@s de 10 Estados.

• SEMINÁRIO P/ MULHER
10 de março de 2010/Casa do Educador/Itabuna/BA
Centro de Referência em DST/HIV/AIDS Dr. Julio Brito
• TEIA 2010 TAMBORES DIGITAIS
De 25 a 31 de março/Fortaleza-CE
Encontro Nacional dos Pontos de Cultura

• ENCONTRO COM O POVO DE SANTO DE ITUBERÁ
05/04/2010/BaixoSul/Ituberá/BA

• ENCONTROS DO POVO DE SANTO DA CIDADE DE ITABUNA
10/04/2010/CIOMF/Itabuna/BA
TEMA: Organização e perspectivas para a institucionalização das religiões de Matriz Africana em Itabuna.
Este Encontro deu início a uma série de reuniões nas quais estão sendo discutidos assuntos pertinentes aos Coletivos Religiosos e Culturais de Matriz Africana, assim como a inclusão deste seguimento nas políticas públicas vigentes. Foram realizadas 09 Reuniões itinerantes, em Terreiros/Templos, escolhido o nome de “Associação Grapiuna de Entidades de Religiosas de Matriz Africana” (AGREMA) e eleita uma Diretoria Provisória. Este grupo pretende manter o Fórum de diálogo, ampliando a Comunicação para outras Comunidades sem acesso a “informação” e realizar ações de formação em parceria com Entidades afins.

• I INSTALAÇÃO DO MUSEU DO HOMEN DO NORDESTE NA BAHIA
24/04/2010/Ilè Axé Ijexá Orixá Olufòn/Itabuna/BA

• DIÁLOGOS TERRITORIAIS
30 de abril de 2010/CAPPA/MDA/Ilhéus Hotel/Ilhéus/BA
08 de junho de 2010/Centro de Cultura Água Preta/Uruçuca/BA

• BAHIA AFRO FILM FESTIVAL
De 13 a 23 de maio/Cachoeira/BA
Principal evento cinematográfico voltado à cultura e a arte negra da Bahia

• IV ENCONTRO DOS DIRIGENTES MUNICIPAIS DE CULTURA
De 30/05 a 01/06/2010/Centro de convenções/Salvador/BA

• REUNIÃO COM REPRESENTANTES DO MOVIMENTO NEGRO UNIFICADO – MNU
12 de junho de 2010/Sede ACAI/Itabuna/BA

• ENCONTRO DA DIVERSIDADE
De 04 a 06 de setembro de 2010/Fundição Progresso/Rio de Janeiro/RJ
Dia 06 de setembro de 2010/Reunião do GT de Matriz Africana CNPdC

• ENCONTRO COM O POVO DE SANTO DE UNA
10/06/2010/Encontro Itinerante do FAEGSUL/Terreiro de Mãe Araci/Una/BA

• TROFÉU HUMANUS
20 de agosto de 2010/Câmara de Vereadores/Itabuna/BA

• I GINCANA CULTURAL DE UNA
De 24 a 25/09/2010/Una/BA

• REUNIÕES DO PLANO DE DESENVOLVIMENTO TERRITORIAL DA CULTURA PDTC
De 11 a 12 de novembro de 2010/Centro Treinamento CEPLAC/Itabuna/BA
De 16 a 17 de dezembro de 2010/Colégio Polivalente/Itajuipe/BA

• ENCONTRO COM O POVO DE SANTO DE PORTO SEGURO
14 de novembro de 2010/Centro de Cultura de porto Seguro/Porto seguro/BA

• ENCANTARTE E A CONSCIÊNCIA NEGRA
20/11/2010/Sede do Grupo Afro Encantarte/Mª Pinheiro/Itabuna/BA Projeto Encantarte celebra o dia de Zumbi com protesto contra a intolerância religiosa e muita arte negra.

• LANÇAMENTO DO LIVRO MEMÓRIAS DO FEMININO NO CANDOMBLÉ, do Professor Ruy do Carmo Póvoas
20/11/2010/Ilè Axé Ijexá Orixá Olufòn/Itabuna/BA

• REUNIÕES DA COMISSÃO NACIONAL DOS PONTOS DE CULTURA
De 06 a 08 de agosto de 2010/São Paulo/SP
De 26 a 28 de novembro de 2010/Pirenópolis/GO


 PROJETOS PARA 2011

OFICINAS DE VERÃO:
De janeiro a março

• Oficinas de Arte Educação em Dança e Artesanato, em parceria com o Grupo Afro Encantarte e Escola D. Ceslau Stanulla.
Sábado das 14:00 as 18:00

• Oficinas de Arte Educação em Capoeira e Informática na sede da ACAI.
Capoeira: Aos sábados das 14:00 as 18:00
Informática : As segundas e terças, das 14:00 as 18:00

• Criação do Núcleo de Comunicação do Ponto, com o início do treinamento da equipe em captação de imagens e sons, e roteiro.

• Criação e organização do acervo e do Espaço multimídia do Ponto.


 EQUIPE DE VOLUNTÁRIOS DO PROJETO CULTURA EM AÇÃO 2010

Desdêmona Ferreira Dantas – Presidente ACAI
Ana Cláudia Gonçalves – Vice Presidente ACAI
Luiz Carlos M Dantas – Coordenador Geral do Ponto de Cultura
Ricardo Santos Dantas – Coordenador Pedagógico
Alana Lícia Ferreira Dantas – Coordenadora de Eventos
Humberto Viana – Coordenador Financeiro
Adriano Lucas de Santana – Coordenação de Percussão
Afonso Ferraz – Coordenador de Comunicação
Natan – Equipe da Coordenação de Comunicação
Paulo Roberto Menezes Dantas – Equipe de Produção
Sônia Mª Bispo Nascimento – Equipe de Produção
José Raimundo – Equipe de Produção
Adriana Cristina de Santana – Equipe de Produção
Osmário M. Silva – Equipe de Produção


 EQUIPE DE ARTE EDUCADORES:
Paulo Ricard Valette Nascimento – Arte Educador de Informática
Alex Montenegro – Arte Educador de informática
João Gonçalves Queiroz – Arte Educador de Capoeira
Silvestre Guedes – Arte Educador de Teatro


 PATROCÍNIO:








 PARCERIA:

PREFEITURA MUNICIPAL DE ITABUNA
FUNDAÇÃO ITABUNENSE PARA A CULTURA E CIDADANIA/FICC
SECRETARIA MUNICIPAL DE ASSISTÊNCIA SOCIAL/ ITABUNA
SECRETARIA MUNICIPAL DE ADMINISTRAÇÃO/ITABUNA
SECRETARIA MUNICIPAL DE EDUCAÇÃO/ITABUNA
SECRETARIA MUNICIPAL DE INDÚSTRIA, COMÉRCIO E TURISMO/ITABUNA
UNIVERSIDADE ESTADUAL DE SANTA CRUZ/PRÓ-REITORIA EXTENSÃO/UESC
GRUPO HUMANUS
GRUPO AFRO ENCANTARTE
GRUPO DE CAPOEIRA HUMAITÁ
GRUPO SAMBA DE TREITA
GRUPO AFRO DILAZENZE
PREFEITURA MUNICIPAL DE CANAVIEIRAS
GRUPO DA BURRINHA DE UNA
PONTO DE CULTURA FILARMÔNICA 02 DE JANEIRO/CANAVIEIRAS
PONTO DE CULTURA TRIBO DAS LIBÉLULAS/ITACARÉ
FÓRUM DOS AGENTES, GESTORES E EMPREENDEDORES CULTURAIS DO LITORAL SUL
ASSOCIAÇÃO SANTA CRUZ DO IJEXÁ/ASSANCRI COMUNIDADE DO ILÈ AXÉ IJEXÁ ORIXÁ OLUFÒN
COMUNIDADE DO ILÈ AXÉ IYÁ OMIN
COMUNIDADE DO ILÈ AXÉ IYÁ BOROSSI
COMUNIDADE DO ILÈ AXÉ ÁGUAS DE OXUN
COMUNIDADE DO TERREIRO DE ANGOLA
COMUNIDADE DO TERREIRO REI DE VISAURA
COMUNIDADE DO ILÈ AXÉ DE XANGÔ
COMUNIDADE DO ILÈ AXÉ IJOBÁ T’OXUMARE YEWÁ
COMUNIDADE DO ILÈ AXÉ OMINEJI LONÃN
COMUNIDADE DO ILÈ AXÉ DE OXOSSI
COMUNIDADE DO TERREIRO MATAMBA TOMBENCI NETO/ILHÉUS
COMUNIDADE DO ILÈ AXÉ IJOBÁ LAADÈ/ITAJUIPE


 AGRADECIMENTOS ESPECIAIS:

Marcio Meirelles, Ângela Andrade, Anderson Silva, Vânia Leone, Renata Camarotti, Pauline Leites, Cristina Alves, Raimundo Bonfim, Alessandra Almeida, Rita Barros, Marina Silva, Ederivaldo Benedito, Maria Alice Araújo, Val Cabral, Áurea, Denise Tavares, Luana Rodrigues, Rita Barros, Ruy do Carmo póvoas, Maria Lucia Góes, Marialda Silveira, Rita Lima, Paulo Alves, Alba Cristina, José Antonio Loyola, José Antonio Formigli.

 A BENÇA!

Iyálorixá Desdêmona Ferreira Dantas - Ilê Axé Oya Funké
Babalorixá Ruy do Carmo Póvoas - Ilê Axé Ijexá Orixá Olufòn
Babalorixá Jorge Eduardo Silva Santos - Ilê Axé Ìjoba T’Osumare Yewà
Mametu ti N’kissi Altina Pereira dos Santos - Terreiro de Oxum
Babalorixá Genivaldo Guimarães dos Santos - Ilê Ifá Orunmila Elerin Ipin
Babalorixá Romário Pereira de Almeida - Ilê Axé Omineji lona
Mametu ti N’kissi Maria Lúcia Santos Conceição - Ilê Axé Iyá Borossi
Omorixá Maria Luisa K. Clímaco - Ilê Axé Iyá Omin
Iyálorixá Sônia Maria da Silva - Ilê Axé Águas de Oxum
Babalorixá Antônio Porqueres de Souza - Ilê Axé de Oxossi
Babalorixá Paulo Ricardo Valette Nascimento - Ilê Axé Ijobá Laadè
Omorixá Maria José Batista - Terreiro de Xangô
Tatetu ti N’kissi Reginaldo dos Santos - Terreiro Rei de Visaura
Babalorixá Aílton de Oliveira Silva - Ilê Axé Ogun Talokãn
Tata Marinho Rodrigues - Terreiro Matamba Tombenci Neto


quarta-feira, 8 de dezembro de 2010

Secretaria de Cultura do Estado da Bahia

PRONUNCIAMENTO DO MINISTRO DA CULTURA

Encontro da Comissão Nacional dos Pontos de Cultura em Go



08 de dezembro de 2010

Pontos de Cultura
Lideranças Nacionais do setor encaminham pauta de reivindicações ao MinC





Representantes da Comissão Nacional de Articulação dos Pontos de Cultura (CNPdC) reunidos na cidade de Pirenópolis (GO), entre os dias 26 e 28 de novembro, elaboraram a Carta de Sustentabilidade dos Pontos de Cultura, dirigida ao Ministério da Cultura (MinC) e a todas as unidades da rede. No documento, elencam uma série de reivindicações que consideram necessárias para a continuidade do projeto. Na ocasião, também constituíram o Conselho Executivo da Comissão.

Entre as reivindicações encaminhadas, destacaram a necessidade da criação de uma lei específica para o Programa Cultura Viva e para a Ação Griô (que trabalha com mestres da cultura popular), com vistas à continuidade do programa e a redução do nível de exigências contratuais na hora da concessão do apoio governamental ao setor. Um anteprojeto de lei para esta área está em fase de estudos dentro do Minc e conta com a colaboração dos Pontos de Cultura.

A coordenadora do Ponto de Cultura da Comunidade Educacional de Pirenópolis (Coepi), Patrícia Ferraz, explicou que a comissão está reivindicando um tratamento diferenciado entre os repasses de recursos oficiais a pequenos projetos dos Pontos de Cultura e os concedidos em convênios com outras associações da sociedade civil, tais como ONGs e OCIPS. “Trabalhamos com pequenos grupos comunitários, com estrutura muito simples, que não se enquadram no perfil da Lei 8.666, que regulamenta esta área”, comentou a coordenadora.

Entre outras coisas, estão reivindicando a institucionalização das bolsas de ajuda de custo para os mestres de disseminação da Ação Griô, como mecanismo de valorização da cultura popular e de fortalecimento da cidadania. E também estão pleiteando junto ao Ministério da Cultura a negociação de um convênio com o Ministério da Educação que viabilize o ingresso de Griôs e Mestres da Cultura Popular nas universidades públicas, nas vagas que estejam ociosas.

Outra decisão tomada durante a reunião foi a definição do local onde será realizado o próximo Encontro Nacional dos Pontos de Cultura – Teia 2011. Foi escolhida a cidade do Rio de Janeiro, em data ainda a ser marcada.

Cerca de 60 pessoas, entre os membros efetivos da comissão e gestores culturais convidados, participaram do encontro em Pirenópolis. A coordenadora-geral de Mobilização e Articulação em Rede da Secretaria de Cidadania Cultural, Juana Nunes, foi a representante do MinC no evento.

Também foram escolhidos 16 representantes para compor o Conselho Executivo da Comissão, que irá coordenar os trabalhos da entidade. O Pontão de Articulação Nacional dos Pontos de Cultura é composto por 52 integrantes, sendo 27 representantes estaduais e 25 indicados pelos Grupos de Trabalho temáticos com atuação no projeto.

(Patrícia Saldanha, Comunicação Social/MinC)

Fonte:
http://www.cultura.gov.br/site/2010/12/08/pontos-de-cultura-11/

domingo, 21 de novembro de 2010

MANIFESTO DE REPÚDIO A INTOLERÂNCIA RELIGIOSA E A VIOLÊNCIA POLICIAL






PROJETO ENCANTARTE CELEBRA O DIA DE ZUMBI COM PROTESTO CONTRA A INTOLERÂNCIA RELIGIOSA E MUITA ARTE NEGRA.

As diversas manifestações da cultura negra brasileira são símbolos de um grande exemplo de resistência às adversidades e atrocidades historicamente cometidas à esta população que teve e tem significativa contribuição na constituição política, econômica, social e cultural deste país. É inaceitável que em pleno Século XXI tenhamos que conviver com a intolerância oriunda de um sistema que embora não seja oficial, tem manifestado, através do poder repressivo a face de do racismo institucional.

No dia vinte e três de outubro de 2010, um pelotão da Polícia Militar da Bahia, invadiu o Assentamento D. Helder Câmara, em Ilhéus, provocando à essa comunidade de trabalhadoras rurais um momento de terror, tortura e violência racial.
A sacerdotisa, filha de Oxossi, Bernadete Souza, que havia questionado sobre a ilegalidade da presença do pelotão da polícia na área do assentamento, sem justificativa e sem mandado judicial, sob mira de metralhadoras, pistolas e fuzil, foi brutalmente torturada, sendo colocada pelas autoridades em cima de um formigueiro onde foi atacada por milhares de formigas provocando graves lesões no momento em que esta encontrava incorporada pelo orixá Oxossi. Segundo os policiais, isto “afastaria satanás”, ao tempo em que os demais trabalhadores eram mantidos sob a mira das armas. Após a seção de tortura a sacerdotisa foi arrastada pelos cabelos por quase 500 metros e em seguida jogada na viatura.

Cenas semelhantes a esta se repetem todos os dias nas periferias do nosso país e em nossa cidade não é diferente. Nossos jovens, em especial os negros são vitimados pela violência provocada pela abordagem policial, como se todo preto favelado fosse um marginal.

Não podemos tolerar que atos desta natureza se perpetuem pois a violência que se constitui do racismo institucional tem sido banalizada no dia-a-dia das comunidades negras como se fosse algo natural.

Neste dia DIA NACIONAL DA CONSCIÊNCIA NEGRA, o PROJETO ENCANTARTE vem, por meio deste, manifestar o apoio à sacerdotisa Bernadete Souza, além de expressar o REPÚDIO À INTOLERÂNCIA RELIGIOSA E À VIOLÊNCIA POLICIAL à qual foi vítima Bernadete e tantos outros povos de terreiro.

Conclamamos a sociedade a permanecer vigilante aos trâmites legais das apurações dos fatos e estejamos unidos para não permitirmos a impunidade, pois como disse o sacerdote Ruy do Carmo Póvoas em discurso na I Mostra do Ponto Imagem e Som: Cultura Afro, dia 18 de novembro de 10, no Centro de Cultura Adonias Filho – Itabuna: “...Hoje foi Bernadete, amanhã pode ser Ruy Póvoas, DesdêmoNa, depois pode ser qualquer um de nós (negros)”.

NÃO À INTOLERÂNCIA RELIGIOSA! NÃO À VIOLÊNCIA POLICIAL! NÃO AO RACISMO INSTITUCIONAL!

QUE VIVA ZUMBÍ EM NOSSA AÇÃO QUILOMBISTA!

PROJETO ENCANTARTE NO DIA NACIONAL DA CONSCIÊNCIA NEGRA

ITABUNA – BA 20 novembro de 2010

VISITE NOSSO ÁLBUM DE FOTOS VIRTUAL, NO LINK:

http://picasaweb.google.com/acaipontodecultura/EncantarteConscienciaNegra20112010#

sexta-feira, 19 de novembro de 2010

I MOSTRA DO PONTO





“Quando não souber para onde ir, olha para trás e saiba pelos menos de onde vem”

Provérbio Africano

Apresentação

Esta Mostra é o resultado da parceria entre Comunidades Tradicionais de Terreiros, Artistas e Artesãos, Dançarinos e Mestres de Capoeira, Sambadores e Quituteiras, Secretaria de Cultura do Estado da Bahia, Fundação Cultural do Estado da Bahia-FUNCEB, Centro de Cultura Adonias Filho, gente que está fazendo a Cultura Afro Baiana acontecer aqui, neste Centenário da Cidade de Itabuna.

SERVIÇO:

O Que: IMAGEM E SOM: Cultura Afro Brasileira
Onde: Centro de Cultura Adonias Filho
Quando: De 18 a 20 de Novembro de 2010
Abertura às 18h 30min.

Entrada franca

Abertura da Mostra:

Mãe Vanda, Iyálorixá, Presidente da ACAI

Fala da Coordenação da Mostra, de Representantes dos Terreiros e Autoridades

TEXTO 1.

Que estranha cena é esta?“Que estranha cena é esta? Tem um negro sentado defronte de um branco,a cabeça do negro está levantada, da sua boca saem negras falas. Que estranha cena é esta que parece o princípiodo fim da senzala”.

(Bando de Teatro Olodum, Zumbi, 1994)

Momentos da Mostra

IMAGEM

1.1 IMAGEM Exibição de pinturas sobre tela, Esculturas, Fotografias e Livros, com o Tema: A Contribuição do Negro no Centenário.

1.1 ÓLEO S/ TELA- ENCONTRO DAS RAÇAS – 50X60 – CLÁUDIA VIANA ÁVILA ANDRADE
1.2 ÓLEO S/TELA - A MULATA – 60X90 E A SACERDOTIZA AFRICANA – 50X70CRISTIANE SENNA BOMFIM
1.3 ÓLEO S/TELA – SAMBA DE RODA – 60X90 – JOCÉLIA S. NEVES ROCHA
1.4 ESCULTURA EM ARGILA E METAL – O TRABALHADOR NEGRO – JOSÉ DE SOUZA
1.5 ESCULTURA EM TERRACOTA – O RETIRANTE – 1,40X 0,50- DURVAL NASCIMENTO
1.6 ÓLEO S/TELA – FESTA DE YÊMANJÁ- 60X80 e RIQUEZA TROPICAL – 1,00x0,80 NEI MHATOS
1.7 ÓLEO S/TELA – AFRICANAS – 0,90X0,90 – FERNANDO GONÇALVES
1.8 Óleo s/tela – Orixá Oxum - 1,00x0,80 NEIDE Nogueira
1.9 I EPOSIÇÃO FOTOGRÁFICA DO ILÈ AXÉ IJEXÁ ORIXÁ OLUFÒN (ESPELHO DO SAGRADO)
1.10 LANÇAMENTO DA 2ª EDIÇÃO DO LIVRO "CAPOEIRA DE LUTA DE NEGRO A EXERCÍCIO DE BRANCO- CLÁUDIA VIANA ÁVILA ANDRADE
1.11 EXPOSIÇÃO DE LIVROS - PONTO DE CULTURA ACAI

Instalação Nº 01
O Padroeiro da Cidade.
Ponto de Cultura Associação do Culto Afro Itabunense/ACAI

Instalação Nº 02
No Tabuleiro da Baiana tem!
Ponto de Cultura Associação do Culto Afro Itabunense/ACAI

TEXTO 2.

Artigo I
Todas as pessoas nascem livres e iguais em dignidade e direitos. São dotadas de razão e consciência e devem agir em relação umas às outras com espírito de fraternidade.

Artigo II
Toda pessoa tem capacidade para gozar os direitos e as liberdades estabelecidos nesta Declaração, sem distinção de qualquer espécie, seja de raça, cor, sexo, língua, religião, opinião política ou de outra natureza, origem nacional ou social, riqueza, nascimento, ou qualquer outra condição.

(Declaração Universal dos Direitos Humanos – 10 de dezembro de 1948)

2 SOM

Exibição dos Coletivos Negros que fazem o som do Centenário:

TEXTO 3.

“ Lá em casa, as histórias começavam assim: Contavam os mais velhos que ... Ah, como me lembro das maneiras diversas com que as pessoas contavam as histórias! Minha mãe, mestra na teatralização. Tia Jovanina, centrada na lição resultante. Mãe-Velha, abreviando a narrativa, para enfatizar o final. Olga não narrava; contava o itan com uma voz de ouro. De todos, Sinhanja era a mais detalhista. E Mãe Mariinha? Ninguém igual a ela na arte de contar: narrava, dançava, interpretava, fazia mímicas, imitava qualquer bicho, qualquer pessoa, qualquer encantado: era uma verdadeira atriz”
(Ruy do Carmo Póvoas – A Fala do Santo)

O Som dos Terreiros Afoxé de Oxun, do Ilè Axé Ijexá .

TEXTO 4.

Sou Negro Sim sou negro sim não tenho vergonha não desde a abolição que eu luto
luz, luz do planeta luz reluz sobre nossas cabeças.A minha cor não deve influir no nosso amor porque o negro é exemplo da cor contra opressão e o desnível social a discriminação geral.

O Som da Resistência Grupo Afro Encantarte.

TEXTO 5.

“Disse um mais velho: Ele é um menino. Não se detém à consciência ou à razão. Brincalhão, sagaz, esperto, danado. Foi o primeiro filho de Yemanjá e Oxalá. Era muito levado e gostava de fazer brincadeiras com todo mundo. Tanto fez que foi expulso de casa... O povo consultou Ifá, que respondeu que Exu estava zangado porque ninguém se lembrava dele nas festas e ensinou que para qualquer ritual dar certo seria preciso oferecer primeiro um agrado a Exu...”
(Adaptado do Anuário Afro-brasileiro – 1997)

O Som da Educação

Grupos de Capoeira Humaitá
Grupo de Capoeira Cordão de Ouro.

TEXTO 6.

“250 gramas de feijão-fradinho, um punhado de camarão seco, cebola, sal, azeite-de-dendê. Deixar o feijão de molho de descascar. Moer com junto com a cebola e o camarão. Bater até fazer bolhas e fritar as colheradas no dendê. Servir recheado com vatapá, caruru, camarão e pimenta”. Assim se faz um Acarajé. (Anuário Afro-brasileiro – 1997)

Degustação de Comidas Típicas

TEXTO 7.
“Segundo os mitos mais divulgados, Olorum criou Ifá (o destino), Obatalá (o céu) e Odudua (a terra). Obatalá e Odudua tiveram dois filhos: Yemanjá (o mar) e Oxalá (a luz do céu). Esses dois, a Grande Mãe e o Grande Pai geraram quase todos os Orixás que governam o mundo: Exu, Ogum, Xangô, Ossâim, Iansã e Óba. Da união de Xangô com Iansã nasceu Ibêji e de Oxum e Oxossi nasceu Logunedé. Oxalá também se casou com Nanã, que gerou Omolu, Ewá, Irôko e Oxumaré. Assim se criou o panteão africano”.

(Anuário Afro-brasileiro – 1997)

5. ENCERRAMENTO

TEXTO 8.
Sou negra, Sou negra, Sou negra beleza pura, Como é bom ser negra! Para toda essa beleza Meu tipo não é o europeu.Venho da África, meu irmão, Sou negra sem os 68 cm de cintura. Como é bom ser negra de nariz largo, dos lábios grossos. Dos olhos grandes atentos a tudo. Dos meus seios redondos já não saem mais leite para os teus filhos. Mais sim para os filhos que eu quiser!Sou negra dos quadris invejáveis para o repouso do homem que eu quiser. Eu sei o segredo do caminhar e te envolver [...]

(Roseli/ União dos Palmares, São Paulo)

Equipe de Produção:


Luiz Dantas: Coordenação Geral
Nei Matos: Curador da Mostra
Ricardo Dantas: Textos, revisão e Cerimonial
Alana Dantas: Coordenação de Eventos

Equipe de apoio:

Adriano Lucas de Santana
Paulo Roberto Menezes Dantas
Ana Cláudia Gonçalves Farias
Humberto Viana
Mª Sônia Bispo Nascimemto

Parcerias:
GRÁFICA ITABUNA
POSTERLÂNDIA
OTICAS CARDOSO
SOLLO OUT DOOR
BUFFET DEL POMO
CASA DOS ORIXÁ
CASA MÃE ÁFRICA
AGRADECIMENTOS ESPECIAIS:
COMUNIDADE DO ILÈ AXÉ OYA FUNKÉ
COMUNIDADE DO ILÈ AXÉ IJEXÁ ORIXÁ OLUFÒN
ALDO BASTOS



VISITE NOSSO ALBUM DE FOTOS VIRTUAL:
http://picasaweb.google.com/acaipontodecultura/IMostraDoPonto#

terça-feira, 16 de novembro de 2010

Nota Pública de Repúdio Contra o desrespeito as Leis do País.

NOTA PÚBLICA DE REPÚDIO


Nós, membros da AGREMA (Associação Grapiuna de Entidades Religiosas de
Matriz Africana), recebemos as notícias dos crimes perpetrados por policias militares do Estado da Bahia no Assentamento Dom Hélder Câmara em Ilhéus-BA.

Ficamos perplexos e indignados com os atos arbitrários da corporação militar porque eles invadiram o local sob jurisdição do INCRA(Instituto Nacional e Colonização de Reforma Agrária) sem nenhum mandato judicial.Depois que a Ialorixá (sacerdotisa
do culto afro descendente), Bernadete Souza Ferreira exigia uma explicação
por parte dos militares que violaram um dos principais artigos da
nossa Carta Magna, o artigo 208 do Código Penal e a Lei nº 7.716, de 05 de janeiro de 1989.

Pensávamos que estávamos vivendo na era do império colonial brasileiro ou na época da perseguição policial aos candomblés da Bahia, desde a década de 1930, numa flagrante contradição aos ideais democráticos e republicanos.
Nosso repúdio a esses atos ilegais caracterizados como racismo, preconceito religioso, violência contra a mulher, abuso de autoridade e tortura, são crimes pelas leis da Nação, é porque defendemos uma nação livre, democrática e que proteja e defenda direitos inalienáveis civis do ser humano e da cidadania brasileira.

Diante desse quadro criminoso, exigimos que a justiça seja aplicada e que aos verdadeiros culpados sejam aplicadas as penas legais.Para isso,
precisamos nos mobilizar, conclamando todas as entidades dos cultos de
matriz africana do Brasil, as associações e entidades do Movimento Negro Unificado, ou agremiações afins que lutam pelos direitos humanos, liberdade de pensamento e de crença e todos os preconceitos enfrentados pelos negros e miscigenados em nosso país.
Faz-se necessário que apelemos para todas as instâncias jurídicas nacionais e internacionais, denunciando esses crimes para que os mesmos sejam coibidos e punidos severamente em todas as esferas jurídicas garantidoras dos princípios democráticos que regem o nosso País.


Conselho de Sacerdotes AGREMA.
Itabuna (BA), 05 de novembro de 2010

segunda-feira, 15 de novembro de 2010

Lançamento do Livro de Ruy Póvoas, Memórias do Feminino no Candomblé




VISITE O ALBUM DE FOTOS VIRTUAL NO LINK ABAIXO:

http://picasaweb.google.com/acaipontodecultura/LancamentoDoLivroMemoriasDoFemininoIlaAxeIjexa20112010?authkey=Gv1sRgCI-gl-jn596nbA#

IMAGEM E SOM: Cultura Afro Brasileira




A Mostra é o resultado da parceria entre Comunidades Tradicionais de Terreiro, Artistas e Artesãos, Dançarinos e Mestres de Capoeira, Sambadores e Quituteiras, Secretaria de Cultura do Estado da Bahia,Fundação Cultural do Estado da Bahia FUNCEB, Centro de Cultura Adonias Filho, gente que está fazendo a Cultura Afro Baiana acontecer aqui, neste Centenário da Cidade de Itabuna.

A Mostra é dividida em duas partes:

IMAGEM E SOM

1 IMAGEM

Exibição de pinturas Sobre tela, Esculturas,Fotografias e Livros, com o Tema: A Contribuição do Negro no Centenário.

Instalação Nº 01
O Padroeiro da Cidade.
Ponto de Cultura Associação do Culto afro Itabunense

Instalação Nº 02
O Tabuleiro da Baiana tem!
Ponto de Cultura Associação Do Culto Afro Itabunense

2: SOM
Exibição dos Coletivos Negros que fazem o som do Centenário:

O Som dos Terreiros
Afoxé de Oxun, do Ilè Axé ijexá
Samba de Roda do Ilè Axé Ijobá Ty Osumarè Iyewá.

O Som da Resistência
Grupo Afro Encantarte.

O Som da Educação
Grupos de Capoeira Humaita
Grupo de Capoeira Cordão de Ouro
Grupos de Dança Contemporânea

Degustação de Comídas Típicas
e muito mais...

SERVIÇO

O Que: IMAGEM E SOM: Cultura Afro Brasileira
Onde: Centro de Cultura Adonias Filho
Quando: De 18 a 20 de Novembro de 2010

Abertura dia 18, às 18h 30min

CONTATOS:
Cordenação ACAI
acaipontodecultura@gmail.com
73 3612 0175

Curador Mostra
Nei antonio Mattos
jnvkr@ig.com.br

Centro de Cultura Adonias Filho
aldobastos@bol.com.br
73 32116429

Entrada franca

sexta-feira, 12 de novembro de 2010

Encontro de Culturas Populares de Canudos Velho

Dias 19 e 20/11/2010 em Canudos Velho/Ba

O Encontro de Culturas Populares de Canudos Velho será realizado na comunidade de Canudos Velho, local onde aconteceu uma guerra em fins do século dezenove, nos dias 19 e 20/11 a partir das 16hs. e consiste em um momento de celebração e reflexão dos músicos e mestres das culturas populares do sertão da Bahia. O Encontro promoverá dois dias de atividades culturais gratuitas para a população desta região ainda pouco beneficiada por iniciativas culturais e é focado principalmente no cinema, artes, artesanato e música tradicional da região do sertão de Canudos. Apresentações musicais com nomes expressivos da cultura popular nordestina, tais como, Banda de Pífanos de Bendegó, Banda de Pífanos de Canudos Velho, Landinho Pé de Bode, Rato Branco, Dindinho dos 8 baixos, Antonio Queiroz e Paraíba da Viola irão se fazer presentes durante o evento. No encontro teremos a reunião de algumas Bandas de Pífanos e Sanfoneiros de oito baixos, além da presença de uma dupla de villeiros, de uma Mulinha e um Boi. O Encontro sediará também uma mostra de filmes em curta e longa metragem com temática ligada às questões sertanejas, além de pintura de um painel de cinco metros, que deverá ser produzido pelos alunos das oficinas de pintura. Todo o encontro será registrado em vídeo pelos aprendizes locais das oficinas de audiovisual, que é uma das atividades desenvolvidas pelo Ponto de Cultura Sons de Canudos, ação desenvolvida há dezesseis anos na região do sertão baiano e premiada em 2010 pelo IPHAN com o Prêmio Rodrigo Melo Franco de Andrade, categoria Salvaguarda de Bens de Natureza Imaterial. Com este encontro estaremos reanimando a cultura popular da região, fortalecendo as ações artísticas em todo o sertão de Canudos, preservando a riqueza imaterial mais antiga do nordeste brasileiro e fazendo com que estas pessoas se sintam mais animadas e respeitadas e conseqüentemente dêem continuidade às suas tradições.



O quê: Encontro de Culturas Populares de Canudos Velho

Quando: 19 e 20/11/2010 a partir das 16 horas

Quanto: Grátis

Onde: Povoado de Canudos Velho – Sertão da Bahia

Realização: Ponto de Cultura Sons de Canudos / Associação Sociocultural Umbigada

Patrocínio: Governo da Bahia/Secretaria de Cultura da Bahia/Governo Federal/Ministério da Cultura/Secretaria da Identidade e da Diversidade Cultural – SID

Contato: bendego@gmail.com // (71) 9194-0206 //
www.sonsdecanudos.com.br



Atenciosamente

Marcelo Rabelo

Presidente da Associação Umbigada

Coordenador Ponto de Cultura Sons de Canudos


--

O Cantador de Chulas

segunda-feira, 8 de novembro de 2010

Experiência Ritual


Experiência Ritual

Apresentação
Os terreiros das religiões de origem negro-africana se apresentam, ainda nos dias de hoje, como um pólo de resistência cultural e simbólica que encontra na poética do transe, nas relações estéticas dos objetos, no estatuto arquetípico, na festa pública e nos espaços sagrados, sua representação.

No Brasil, as tensões seculares do sistema escravista poderiam ter levado a sua extinção. Entretanto sobreviveram, adotando características regionais. Candomblé; umbanda; tambor de mina, no Maranhão; xangô no Recife, batuque do Rio Grande do Sul, entre outras, são religiões nascidas na resistência negra de diferentes nações jeje, fon, mina, etc e que preservaram cultos e matrizes semelhantes. É ali que os ritos e mitos se expressam, pela crença de que entidades vêm à terra celebrar com seus descendentes míticos.

Os terreiros, tradicionalmente, demarcaram uma posição relevante para a diáspora negra e, consequentemente, para a concepção de imagens a seu respeito. Elas produzem conhecimentos capazes de revelar a materialidade da experiência religiosa. E podem se converter em ferramenta fundamental para uma reflexão crítica sobre essa cultura.

Neste Corpo-imagem a aposta é na desconstrução de visões errôneas e estereotipadas, tão recorrentes, sobre a realidade afro-brasileira para trazer à luz as comunidades, suas vivências, suas culturas ancestrais e cotidianas e suas atitudes históricas, políticas, culturais, religiosas e artísticas, por meio das imagens tomadas a seu respeito. Fotógrafos, pesquisadores, curadores e a comunidade dos terreiros se reúnem para revelar e discutir esse repertório crítico e visual.

Um projeto idealizado por Denise Camargo, com assistência de curadoria de Paulo Rossi e produção-executiva de Fabiane Beneti (Empresa Livre) e Oju Cultural.

Evento gratuito, com transmissão ao vivo neste site e certificado para os participantes presenciais e on-line.

I MOSTRA DO PONTO



Com a intenção de celebrar o importante momento de reflexão para o Povo Brasileiro, que é o mês da Consciência Negra, Artistas, Gestores Culturais, lideranças de Comunidades Tradicionais,representados aqui pela
Associação do Culto Afro Itabunense, vem convidar a Comunidade Grapiuna para a I MOSTRA DO PONTO, Imagem e Som: Arte e Cultura Afro brasileira, tendo como tema O Centenário e a Consciência.

A Mostra exibirá e homenageará, Artistas e Grupos Culturais, responsáveis pela manutenção da Cultura Negra na Região.

Divididos em Imagem e Som.

A Mostra "Imagem", será composta por pinturas em tela, esculturas, exposição de fotos, exposição de vestuário e aderêços.

A Mostra "Som", será a exibição/reconhecimento de Grupos que representaram a Cultura Afro Grapiuna, neste Centenário, nos seguintes seguimentos.

Som Negro da Resistência: Grupo Afro Encantarte

Som Negro dos Terreiros: Afoxé de Oxun/Comunidade do Ilè Axé Ijexá Oríxá Olufòn

Som Negro da Tradição: Grupo de Capoeira Humaitá

Abertura: Dia 18 de Novembro de 2010
Local: Centro de Cultura Adonias Filho
Horário: 18h 30min

Degustação de comida típica baiana
Entrada Gratuita

segunda-feira, 1 de novembro de 2010

Dilma Rousseff é a primeira mulher eleita presidente do Brasil





Leia a íntegra do pronunciamento da presidente eleita Dilma Rousseff

http://www.macroabc.com.br/index.php?option=com_content&view=article&id=3584%3Aleia-a-integra-do-pronunciamento-da-presidente-eleita-dilma-rousseff&catid=44%3Agoverno-federal&Itemid=50

BOM DILMA BRASIL!!!

O Povo Brasileiro acaba de eleger

a primeira mulher

PresidentA da Nação





SALVE, SALVE BRASIL, NÓS JÁ SABÍAMOS!

PresidentA Dilma,

Em vossas mãos depositamos todas às nossas esperanças, para que juntos possamos construir, transformar este País um lugar que consegue unir às diferenças sem descaracterizar às nossas lutas. Depositamos a nossa Fé, em um território mais justo para todos, de um País plural, que não precisa esconder seu passado, como tem feito durante esses cinco séculos. É preciso permitir nós indígenas sejamos protagonistas da nossa história, não aceitamos mais sermos tratados como incapazes, ou como selvagens. Somos seres humanos, e precisamos ser reconhecidos, é a nossa dignidade que precisamos resgatar.

No Teatro Casa Grande, Leblon – Rio de Janeiro, eu entreguei em vossas mãos uma carta, e ouvi em sua fala, algo que nos reportou, vós dissestes: “às perdas nos tornam resistentes”, nós indígenas perdemos há 510 anos.

Abra espaços de libertação para todo o povo brasileiro, liberta-nos do “cativeiro”, indígenas, negros, favelados, sem terra, sem teto, camponeses, trabalhadores rurais, professores, homossexuais, pobres, miseráveis, enfim, todos os oprimidos, através da educação de qualidade, uma educação que faça o homem pensar, questionar, uma educação cidadã, que valorize o professor, junte a cultura com a educação, não conseguimos entender como se separa o corpo da alma, sem que seja um desenlace eterno, a educação é o corpo, a cultura é a alma - é a vida do homem.

Salve o Povo Brasileiro, de todas às cores e credos, mas que souberam escolher com propriedade a partir de um homem que veio do povo oprimido a força e a capacidade da MULHER.


Yakuy Tupinambá


--
Auere!
Yakuy Tupinambá

domingo, 24 de outubro de 2010

Cidades onde 20 de Novembro já é feriado




ESPECIAL 20 DE NOVEMBR0 2009
O movimento negro defende que o Dia da Consciência Negra seja transformado em feriado nacional. Enquanto isso, o número de cidades que já aderiram à idéia se amplia para mais de 350. Confira abaixo.




Imagem: Cartaz na Câmara dos Deputados em novembro de 2006, fotografado por Antonio Cruz/ABr

A lista de cidades onde o 20 de Novembro, Dia da Consciência Negra, é feriado, divulgada pela Secretaria Especial de Políticas de Promoção da Igualdade Racial (Seppir) em 2008, conta com 350 cidades, mas de acordo com a própria secretaria na época, as informações vieram de diferentes fontes e pode haver erros na lista. Muitas das cidades ainda estavam em processo de adesão. Outras foram inseridas depois, como Corumbá e Jaraguari, as primeiras no Mato Grosso do Sul, e São Bernardo do Campo, na região do ABC, em São Paulo.

AL - União dos Palmares

AL - Maceió

AM - Manaus

BA - Itaparica

GO - Flores de Goiás

GO - Santo Antonio do Descoberto

GO - Goiânia

MG - Além Paraíba

MG - Itapecerica

MG - Juiz de Fora

MG - Montes Claros

MS - Corumbá

MS - Jaraguari

MT - Acorizal

MT - Água Boa

MT - Alta Floresta

MT - Alto Araguaia

MT - Alto Boa Vista

MT - Alto Garças

MT - Alto Paraguai

MT - Alto Taquari

MT - Apiacás

MT - Araguaiana

MT - Araguainha

MT - Araputanga

MT - Arenápolis

MT - Aripuanã

MT - Barão de Melgaco

MT - Barra do Bugres

MT - Barra do Garças

MT - Bom Jesus do Araguaia

MT - Brasnorte

MT - Cáceres

MT - Campinápolis

MT - Campo Novo do Parecis

MT - Campo Verde

MT - Campos de Júlio

MT - Canabrava do Norte

MT - Canarana

MT - Carlinda

MT - Castanheira

MT - Chapada dos Guimarães

MT - Cláudia

MT - Cocalinho

MT - Colíder

MT - Colniza

MT - Comodoro

MT - Confresa

MT - Conquista d’Oeste

MT - Cotriguaçu

MT - Cuiabá

MT - Curvelândia

MT - Denise

MT - Diamantino

MT - Dom Aquino

MT - Feliz Natal

MT - Figueirópolis d’Oeste

MT - Gaúcha do Norte

MT - General Carneiro

MT - Glória d’Oeste

MT - Guarantã do Norte

MT - Guiratinga

MT - Indiavaí

MT - Ipiranga do Norte

MT - Itanhangá

MT - Itaúba

MT - Itiquira

MT - Jaciara

MT - Jangada

MT - Jauru

MT - Juara

MT - Juína

MT - Juruena

MT - Juscimeira

MT - Lambari d’Oeste

MT - Lucas do Rio Verde

MT - Luciára

MT - Marcelândia

MT - Matupá

MT - Mirassol d’Oeste

MT - Nobres

MT - Nortelândia

MT - Nossa Senhora do Livramento

MT - Nova Bandeirantes

MT - Nova Brasilândia

MT - Nova Canaã do Norte

MT - Nova Guarita

MT - Nova Lacerda

MT - Nova Marilândia

MT - Nova Maringá

MT - Nova Monte Verde

MT - Nova Mutum

MT - Nova Nazaré

MT - Nova Olímpia

MT - Nova Ubiratã

MT - Nova Xavantina

MT - Novo Horizonte do Norte

MT - Novo Mundo

MT - Novo Santo Antônio

MT - Novo São Joaquim

MT - Paranaitá

MT - Paranatinga

MT - Pedra Preta

MT - Peixoto de Azevedo

MT - Planalto da Serra

MT - Poconé

MT - Pontal do Araguaia

MT - Ponte Branca

MT - Pontes e Lacerda

MT - Porto Alegre do Norte

MT - Porto dos Gaúchos

MT - Porto Esperidião

MT - Porto Estrela

MT - Poxoréo

MT - Primavera do Leste

MT - Querência

MT - Reserva do Cabaçal

MT - Ribeirão Cascalheira

MT - Ribeirãozinho

MT - Rio Branco

MT - Rondolândia

MT - Rondonópolis

MT - Rosário Oeste

MT - Salto do Céu

MT - Santa Carmem

MT - Santa Cruz do Xingu

MT - Santa Rita do Trivelato

MT - Santa Terezinha

MT - Santo Afonso

MT - Santo Antônio do Leste

MT - Santo Antônio do Leverger

MT - São Félix do Araguaia

MT - São José do Povo

MT - São José do Rio Claro

MT - São José do Xingu

MT - São José dos Quatro Marcos

MT - São Pedro da Cipa

MT - Sapezal

MT - Serra Nova Dourada

MT - Sinop

MT - Sorriso

MT - Tabaporã

MT - Tangará da Serra

MT - Tapurah

MT - Terra Nova do Norte

MT - Tesouro

MT - Torixoréu

MT - União do Sul

MT - Vale de São Domingos

MT - Várzea Grande

MT - Vera

MT - Vila Bela da Santíssima Trindade

MT - Vila Rica

PA - Marabá

PA - Nova Ipixuna

PA - São Félix do Xingu

PB - João Pessoa

PB - Dona Inês

PE - Macaparana

RJ - Rio de Janeiro

RJ - Angra dos Reis

RJ - Aperibé

RJ - Araruama

RJ - Areal

RJ - Armação dos Búzios

RJ - Arraial do Cabo

RJ - Barra do Piraí

RJ - Barra Mansa

RJ - Belford Roxo

RJ - Bom Jardim

RJ - Bom Jesus do Itabapoana

RJ - Cabo Frio

RJ - Cachoeiras de Macacu

RJ - Cambuci

RJ - Campos dos Goytacazes

RJ - Cantagalo

RJ - Carapebus

RJ - Cardoso Moreira

RJ - Carmo

RJ - Casimiro de Abreu

RJ - Comendador Levy Gasparian

RJ - Conceição de Macabu

RJ - Cordeiro

RJ - Duas Barras

RJ - Duque de Caxias

RJ - Engenheiro Paulo de Frontin

RJ - Guapimirim

RJ - Iguaba Grande

RJ - Itaboraí

RJ - Itaguaí

RJ - Italva

RJ - Itaocara

RJ - Itaperuna

RJ - Itatiaia

RJ - Japeri

RJ - Laje do Muriaé

RJ - Macaé

RJ - Macuco

RJ - Magé

RJ - Mangaratiba

RJ - Maricá

RJ - Mendes

RJ - Mesquita

RJ - Miguel Pereira

RJ - Miracema

RJ - Natividade

RJ - Nilópolis

RJ - Niterói

RJ - Nova Friburgo

RJ - Nova Iguaçu

RJ - Paracambi

RJ - Paraíba do Sul

RJ - Parati

RJ - Paty dos Alferes

RJ - Petrópolis

RJ - Pinheiral

RJ - Piraí

RJ - Porciúncula

RJ - Porto Real

RJ - Quatis

RJ - Queimados

RJ - Quissamã

RJ - Resende

RJ - Rio Bonito

RJ - Rio Claro

RJ - Rio das Flores

RJ - Rio das Ostras

RJ - Santa Maria Madalena

RJ - Santo Antônio de Pádua

RJ - São Fidélis

RJ - São Francisco de Itabapoana

RJ - São Gonçalo

RJ - São João da Barra

RJ - São João de Meriti

RJ - São José de Ubá

RJ - São José do Vale do Rio Preto

RJ - São Pedro da Aldeia

RJ - São Sebastião do Alto

RJ - Sapucaia

RJ - Saquarema

RJ - Seropédica

RJ - Silva Jardim

RJ - Sumidouro

RJ - Tanguá

RJ - Teresópolis

RJ - Trajano de Morais

RJ - Três Rios

RJ - Valença

RJ - Varre-Sai

RJ - Vassouras

RO - Vilhena

RS - Porto Alegre

RS - Pelotas

SC - Florianópolis

SE - Pacatuba

SE - Japaratuba

SP - Altinópolis

SP - Americo Brasiliense

SP - Amparo

SP - Araçatuba

SP - Araraquara

SP - Assis

SP - Aruja

SP - Auriflama

SP - Barrinha

SP - Barueri

SP - Bento de Abreu

SP - Borborema

SP - Braúna

SP - Buri

SP - Cabreúva

SP - Cachoeira Paulista

SP - Campinas

SP - Cândido Mota

SP - Campos do Jordão

SP - Caraguatatuba

SP - Colômbia

SP - Cordeirópolis

SP - Diadema

SP - Embu

SP - Embu-Guaçu

SP - Flórida Paulista

SP - Franca

SP - Francisco Morato

SP - Franco da Rocha

SP - Guaíra

SP - Guapiara

SP - Guarani d’Oeste

SP - Guariba

SP - Guarulhos

SP - Hortolândia

SP - Iaras

SP - Icém

SP - Ilhabela

SP - Ipeúna

SP - Itapecerica da Serra

SP - Itapeva

SP - Itapevi

SP - Itirapina

SP - Itararé

SP - Itu

SP - Jandira

SP - Jaguariúna

SP - Jundiaí

SP - Juquitiba

SP - Leme

SP - Limeira

SP - Mairinque

SP - Mauá

SP - Mococa

SP - Nipoã

SP - Nova Guataporanga

SP - Palmital

SP - Paraíso

SP - Pedregulho

SP - Pedreira

SP - Porto Feliz

SP - Pirapora do Bom Jesus

SP - Pradopólis

SP - Queiroz

SP - Restinga

SP - Ribeirão Branco

SP - Piracicaba

SP - Ribeirão Pires

SP - Ribeirão Preto

SP - Rincão

SP - Rio Claro

SP - Rio das Pedras

SP - Rio Grande da Serra

SP - Riolândia

SP - Riversul

SP - Roseira

SP - Santa Rosa de Viterbo

SP - Santa Bárbara d’ Oeste

SP - Santo André

SP - Santópolis do Aguapeí

SP - Santos

sp - São Bernardo

SP - São João da Boa Vista

SP - São Lourenço da Serra

SP - São José da Bela Vista

SP - São Caetano do Sul

SP - São Paulo

SP - São Roque

SP - São Simão

SP - São Vicente

SP - Serra Negra

SP - Sorocaba

SP - Sud Mennucci

SP - Sumaré

SP - Tapiraí

SP - Valinhos

TO - Miracema do Tocantins

quinta-feira, 21 de outubro de 2010

Manifesto dos Pontos de Cultura


Manifesto dos Pontos de Cultura

Dilma 13 para cultura seguir mudando.

Protagonismo, Autonomia, Empoderamento – um novo conceito: Ponto de Cultura.


Nós, do Movimento dos Pontos de Cultura do Brasil, nos dirigimos aos arteros, oficineiros, fazedores de cultura ou seja toda cidadã e cidadão brasileiro. Acreditamos que todo ser humano é um produtor de cultura. É o que os Pontos de Cultura e outras entidades culturais provam no seu dia-a-dia. Este é um momento importante no Brasil, um segundo turno é hora de se manifestar, não sermos neutros e optarmos pela projeto político cultural que desejamos para o Brasil.

Hoje somos uma rede de mais de 5 mil pontos de cultura: indígenas, afro descendentes, imigrantes, ciganos, frontei riços, trabalhadores rurais e urbanos e toda a diversidade cultural que contempla o povo brasileiro. Os Pontos de Cultura estão presentes em centenas de cidades brasileira não só levando a cultura, mas principalmente passando os meios de produção cultural e mostrando a cara, o cheiro e o jeito diferente de transformar através da cultura o Brasil. Trabalhamos com as mais diversas linguagens artísticas. Somos um exemplo de ser e de ter sustentabilidade através da cultura. Não é um projeto de governo e nem de sociedade mas um projeto comum do encontro de uma proposta do Governo Lula/Dilma e dos anseios e de uma sociedade sedenta de cultura. Trabalhamos para a afirmação de novas relações entre Estado e sociedade, nas quais gestores públicos e movimentos sociais estabelecem canais de diálogo e aprendizado mútuo. Acreditamos na construção coletiva de um novo processo de cultura política com caráter emancipador, em que as hierarquias sociais e políticas são quebradas e criam base para novas legitimidades.

Antes de Lula/Dilma a cultura tinha como seu principal instrumento a lei Rouanet de isenção de impostos de empresas. Um outro foco, não é a toa que tinham a cartilha Cultura é um Bom Negócio. A política cultural ficou praticamente a cargo das empresas e não da sociedade e/ou do Ministério da Cultura. O orçamento final de FHC/Serra foi de 0,14% e hoje com Lula/Dilma chegamos próximos a 1% e queremos mais e mais.

Mais do que orçamento, a lógica de Lula/Dilma foi acreditar na capacidade da própria sociedade, principalmente de movimentos sociais e culturais que já estavam em plena atividade e empoderá-los.

Acreditamos que toda mudança estrutural passa pela mudança cultural, não basta ter crescimento econômico dissociado de uma democratização radical da cultura. A cultura envolve mudança de mentalidades e atitudes no lidar com a terra, com os valores, os saberes tradicionais, eruditos e populares. Isto requer mais que investimentos em obras e instalações, requer investimento nos seres humanos, no meio ambiente, na natureza contemplando suas diversidades e contradições. Nesta nova lógica o Governo Lula/Dilma deu um grande passo e acreditamos que os Pontos de Cultura é um dos programas base nesta nova sociedade que começa a ser construída e temos a c erteza que só um Governo Dilma dará continuidade, aprofundamento e tranformará esta proposta de Governo em Política Publica.



Pra cultura seguir mudando e mudar o Brasil. DILMA 13








---
Comissão Nacional de Pontos de Cultura
---
arquivos: https://lists.riseup.net/www/arc/comissaoprefnpc
site: http://teia2008.org/
apoio: http://www.cultura.gov.br/

quarta-feira, 20 de outubro de 2010

ENCONTRO NORDESTE DA REDE MOCAMBOS EM ITACARÉ




Evento Quilombola movimentará Itacaré


Como resultado da articulação sul da Bahia com a Rede Mocambos www.mocambos.net, onde contribuíram para isso a Casa do Boneco, o Conselho Quilombola de Itacaré, A comunidade do Porto de Trás, o Floresta Viva, Os quilombos de Maraú e o Terreiro de Matamba Tombenci Neto de Ilhéus, Itacaré sediará importante evento entre dia 03 e 07 de novembro que acontecerá no centro cultural da Tribo do Porto e na Casa do Boneco de Itacaré.

Receberemos em torno de 200 pessoas entre articuladores de movimentos sociais, pontos de cultura, povos de terreiro, movimento indígena, movimentos negros, redes sociais dos estados do Ceará, Pará, Amapá, Maranhão, Piauí, Paraíba, Bahia, Pernambuco, Sao Paulo, Rio Grande do Sul, Rio de Janeiro, além da colaboração do Ministério da Cultura, SEPPIR, Fundação Palmares, Ministério do Desenvolvimento Social, Ministério do Desenvolvimento Agrário, Ministério da Saúde e Secretaria Nacional de Economia Solidária.

O evento está sendo construído há 07 meses de forma colaborativa com diversos parceiros e irão tratar dos seguintes temas: Território Quilombola, Legislação e Políticas Públicas
economia colaborativa, juventude e cultura e gênero
Matriz Africana, Saúde da População Negra e Meio Ambiente


A Rede Mocambos é uma rede solidária de comunidades cujo objetivo principal é compartilhar ideias e oferecer apoio recíproco. A rede integra diferentes programas, projetos e ações voltados para o desenvolvimento humano, social, econômico, cultural, ambiental, preservação do patrimônio histórico e memória. A rede visa potencializar o desenvolvimento de forma sustentável no âmbito local e regional em diferentes territórios urbanos e rurais.


A programação detalhada está no www.casadoboneco.blogspot.com
Maiores informações saynoitescomsol@gmail / Sayonara - 9923 5088



Sayonara Malta
73 9923 5088 / 9133 4104
Skipe: casadoboneco
www.casadoboneco.blogspot.com
www.quilombodoiti.blogspot.com
www.mocambos.net

Ferro
primeiro o ferro marca
a violência nas costas
depois o ferro alisa
a vergonha nos cabelos
na verdade o que se precisa
é jogar o ferro fora
é quebrar todos os elos
dessa corrente de desesperos.

Cuti. Negroesia (antologia poética)



"Você não vai celebrar comigo?
Lucille Clifton

você não vai celebrar comigo
o que moldei num
modo de viver? não tive modelos.
nascida na babilônia
nascida não-branca e mulher
o que eu vi pra ser, além de mim mesma?
eu inventei
aqui nessa ponte entre
pó-de-estrela e barro,
essa minha mão;
vem celebrar
comigo que todo dia
alguma coisa tentou me matar
e fracassou.
----------------------------------------------------

ENCONTRO NORDESTE DA REDE MOCAMCBOS EM ITACARÉ

domingo, 17 de outubro de 2010

I MOSTRA DO PONTO

O Ponto de Cultura Associação do Culto Afro Itabunense, apresenta:

IMAGEM E SOM: ARTE E CULTURA AFROBRASILEIRA



TEMA: O CENTENÁRIO E A CONSCIÊNCIA NEGRA.

Informações e Contatos:
73 3612 0175
acaipontodecultura@gmail.com

FAEGSUL Em Itabuna





Reunião do Fórum de Agentes, Empreendedores e Gestores Culturais do Território Litoral Sul

A reunião do FAEG Sul- Fórum de Agentes, Empreendedores e Gestores Culturais do Território Litoral Sul- foi realizada na sede da AMURC- Associação dos Municípios
da Região Cacaueira neste dia 14 de outubro de 2010. O início se deu às 9h50 levando-se em conta os 15 minutos de tolerância do horário oficialmente marcado. Contextualizando o papel da Universidade Estadual de Santa Cruz no apoio às demandas do Fórum e do fazer cultural na região , a Secretária Executiva do Faeg Sul e servidora da UESC, Alessandra Barreto, fez uma breve apresentação da metodologia e da pauta do encontro. Abrindo oficialmente os trabalhos, o Suplente Luiz Dantas, da Associação do Culto Afro Itabunense e também representante dos Pontos de Cultura desse Território reforçou a importância desse espaço de discussão e deu as boas vindas a todos e, em especial, ao visitante Professor da UFBA, Milton Moura, que estava como Observador no intuito de colher informações e experiências para a publicação de um artigo/livro sobre o que “é e como é a cultura neste Território”. Em seguida, Anderson Guimarães, da Câmara Temática, falou sobre a importância do PDTC- Plano de Desenvolvimento Territorial da Cultura. O representante territorial da Secult, Anderson Melo discorreu sobre as Bibliotecas Públicas e do anuário/levantamento que está sendo feito, relatando que em toda a Bahia, dos 417 municípios, 13 ainda não possuem esse espaço público reservado à leitura e ao acesso aos livros.
Outro assunto abordado foi o referente às Videoconferências. Anderson Melo conclamou maior participação neste mecanismo/espaço de capacitação. A próxima videoconferência será dia 18/10, às 9h, no Colégio Modelo de Itabuna com o tema “O uso cultural dos espaços públicos”. O representante da SECULT falou ainda sobre o Curso de Especialização em Gestão Cultural que será oferecido pela UESC; do Acordo de Cooperação dos Municípios com o Minc; e sobre o Diagnóstico Cultural dos Municípios;
O assunto que ensejou maior tempo e deliberação foi a Oficina para elaboração do PDTC- Plano de Desenvolvimento Territorial da Cultura a ser realizada dias 11 e 12 de novembro no município de Itajuípe.
O Presidente do Fórum, Maurício Corso(também presidente da Fundaci/Ilhéus), ao chegar com a reunião em andamento, justificou-se pelo atraso e falou da importância dos contatos diretos com os gestores, haja vista a presença de alguns gestores um tanto afastados das reuniões. Luiz Dantas reforçou a importância do uso da Internet como instrumento de apoio à comunicação e interação.
Ao franquear a palavra, os membros presentes socializaram informações. A agenda de eventos e atividades deste mês de outubro e novembro ficou assim estabelecida:


Data evento Local Horário Contato

*15,16,17/10 MULTIFACETADA Centro de Cultura 20h Márcia de Menezes 8848-3810
I Mostra de Teatro Amador Grapiúna (Ingresso 3,00)

*18/10 Vídeo Conferência Colégio Modelo/Ilhéus 09h
Uso cultural dos espaços públicos Anderson Melo 8823-2122
*18/10 Inclusão cultural com teatro música e dança aos portadores de deficiência
Teatro Municipal de Ilhéus Todo o dia partir das 08h Maurício Corso
8802-3842 3634-8986

*20/10 Dia Internacional da Animação Colégio IMEAM 19h30min Luiz Dantas
3612-0175 Maior evento simultâneo de animação do mundo
Mostras para deficientes auditivos e visuais

*21,22,23/10 Oficina -Plano Municipal de Cultura Itapetinga Anderson Melo 8823-2122

*03 a 07/10 Encontro Nordeste da Rede Mucambos Casa do Boneco Itacaré Sayonara Malta

*04/11 Reunião FAEG Sul Amurc 9h30 Alessandra Almeida 3680-5025

*05/11 Virada Cultural Praça e Teatro Municipal 24horas Maurício Corso
8802-3842
3634-8986
*11 e 12/11 Oficina para Elaboração do Plano Desenvolvimento Territorial da Cultura
Itajuípe Anderson Guimarães
8805-3673
20/11 Lançamento do livro do Mestre Ruy Póvoas Terreiro Ilê Axé Ijexá Itabuna 19h Maria Lúcia Brito 9981-4289
A próxima reunião do FAEG Sul, portanto, ficou agendada para dia 04/11, na AMURC para se fechar a organização da Oficina do PDTC.
A Gestora de Una, Maria Conceição Reis Nunes, agradeceu a participação de alguns membros do Fórum na Gincana Cultural daquele município realizada dias 23 e 24 de setembro. No que foi prontamente parabenizada pela condução e excelente organização do evento. Nada mais havendo a tratar, a reunião foi encerrada pelo seu Presidente, às 11h50, tendo sido lavrada a presente ata que será assinada após sua leitura, discussão e aprovação.
AMURC, 14 de outubro de 2010.

sexta-feira, 15 de outubro de 2010

MANIFESTO DE APOIO A DILMA


AddThis - Get Your Button Code

AddThis - Get Your Button Code

Ação Sons de Canudos desenvolvida pela Associação Sociocultural Umbigada recebe o Prêmio Rodrigo Melo Franco de Andrade 2010

O Prêmio Rodrigo Melo Franco de Andrade, criado em 1987 e realizado a cada ano pelo Iphan, tem por objetivo a valorização do patrimônio cultural do Brasil. A premiação constitui um reconhecimento a ações de preservação, de divulgação e de educação patrimonial que, em razão da sua originalidade, vulto ou caráter exemplar, façam-se dignas de registro, difusão e reconhecimento público.

A ação Sons de Canudos é desenvolvida na comunidade de Canudos Velho, local onde Antonio Conselheiro (1830-1897) ergueu o povoado de Bello Monte e o seu objetivo é assegurar a continuidade das tradições existentes no sertão do Bahia, por meio da valorização de sua cultura popular e suas expressões musicais.

Desde 1994, foram realizadas diversas apresentações, encontros culturais, mostras de cinema e participações de conjuntos da cidade de Canudos em festivais sediados em diversas partes do país. Sete discos, destacando-se a Banda de Pífanos de Bendegó, premiada em 2005 pelo Rumos Itaú Cultural e Landinho Pé de Bode, reconhecido como Mestre através do Premio Culturas Populares 2009, promovido pelo Minc, documentários em vídeo, destacando-se o média Zabumba e os curtas Caboclo Henrique e Desterro, o livro Raízes dos Sertões, organizado por Marcelo Rabelo e produzido pelos próprios moradores de Canudos Velho, além de cordéis e exposições que também estão entre os resultados obtidos ao longo dos anos.

Em 2008 o projeto Sons de Canudos tornou-se um Ponto de Cultura apoiado pela Secretaria de Cultura da Bahia e Minc, onde além das ações já desenvolvidas, passou a ministrar oficinas de arte, audiovisual e cursos de alfabetização.

Histórico do Prêmio Rodrigo Melo

O Prêmio Rodrigo Melo Franco de Andrade, criado em 1987 e realizado a cada ano pelo Iphan, tem por objetivo a valorização do patrimônio histórico e cultural do Brasil. A premiação de abrangência nacional proporciona reconhecimento a ações de preservação e de educação patrimonial que, em razão da sua originalidade, vulto ou caráter exemplar, tornam-se dignas de registro e divulgação para toda a sociedade.

O resultado do Prêmio Rodrigo Melo de 2010 foi decidido durante o mês de agosto pela Comissão Nacional de Avaliação, presidida pelo Iphan e composta por 13 representantes do Governo Federal e de instituições ligadas ao tema do patrimônio cultural, além de personalidades da cultura.As iniciativas ganhadoras foram eleitas entre 64 concorrentes que chegaram à segunda etapa de seleção, após passar pelo processo de pré-seleção realizado em julho pelas comissões estaduais presididas pelos superintendentes do Iphan.

No total, 178 trabalhos foram inscritos na edição 2010 do Prêmio Rodrigo Melo Franco de Andrade. A cerimônia de entrega do prêmio será realizada no dia 20 de outubro, às 20 horas, na Sala Villa-Lobos do Teatro Nacional Claudio Santoro, em Brasília. Os vencedores receberão troféus e certificados das mãos do ministro da Cultura, Juca Ferreira, e do presidente do Iphan, Luiz Fernando de Almeida. Cada ação recebe também R$ 20 mil em dinheiro.

Assim, são vencedoras do 23º Prêmio Rodrigo Melo Franco de Andrade, nas sete categorias, as seguintes ações:

Apoio Institucional e/ou FinanceiroAção: Dossiê do Parque Histórico Colônia Militar dos Dourados. Proponente: 10º Regimento de Cavalaria Mecanizado – Mato Grosso do Sul.

DivulgaçãoAção: Jornada Mineira do Patrimônio Cultural. Proponente: Instituto Estadual do Patrimônio Histórico e Artístico de Minas Gerais.

Educação PatrimonialAção: Educação Patrimonial da Secretaria Municipal de Cultura de Londrina. Proponente: Prefeitura de Londrina – Paraná.

Pesquisa e Inventário de AcervosAção: Acervo Artístico Museológico.Proponente: Associação dos Amigos da Escola Guignard – Minas Gerais.

Preservação de Bens Móveis e ImóveisAção: Saveiros de Vela de Içar da Baía de Todos os Santos. Proponente: Associação Viva Saveiro – Bahia.

Proteção do Patrimônio Natural e Arqueológico Ação: Sítio Arqueológico. Proponente: Instituto de Pesquisa e Memória Pretos Novos - Rio de Janeiro.

Salvaguarda de Bens de Natureza
Imaterial Ação: Sons de Canudos. Proponente: Associação Sociocultural Umbigada - Bahia.

AtenciosamenteMarcelo RabeloPresidente da Associação UmbigadaCoordenador Ponto de Cultura Sons de Canudos71 9194-0206 // bendego@gmail.com // http://www.sonsdecanudos.com.br/

I Festival Infanto-juvenil do Bairro Eucalipto - Porque a Cultura de Paz não pode parar



Porque a Cultura de Paz é uma construção contínua, o Instituto Odu Odara, a Escola de Capoeira Universo Cultural e a Associação Comunitária do Bairro Eucalipto realizarão uma tarde de Cultura da Infância,em celebração pelo Dia das Crianças.

Será no dia 16.10.2010, na Rua Santa Rita Bairro Eucalipto-Tomba, Feira de Santana.
Todos são convidados e bem-vindos!
Abraços, axé e paz!

Att. Maria Fulgência Bomfim

Arquivo do blog